Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Eu vou indo

Porque alguém tem de ser o primeiro a explorar, ver ou partir para se poder chegar, conhecer ou usufruir. Eu vou indo...

Eu vou indo

Porque alguém tem de ser o primeiro a explorar, ver ou partir para se poder chegar, conhecer ou usufruir. Eu vou indo...

Para mim é uma cataplana de frango

Um frango/galinha pula para dentro de uma panela para cozer em água e sal.

(Se se usar galinha, a água da cozedura poderá servir para uma boa canja. Caso não seja essa a intenção, não é que precise, mas se se pretender adicionar mais sabor ao caldo, junta-se cenoura, alho francês, talo de aipo, louro e ervas aromáticas frescas.)

Depois de cozido, ossos para um lado, carne desfiada para outro.

Cataplana.jpgNuma cataplana, um fio de azeite, chama por cebolas cortadas em finas rodelas e alhos bem picados.

Juntam-se-lhes tomates aos cubos, louro e pimentos de todas as cores em tiras.

Envolve-se bem e chegou a hora de o frango desfiado se juntar à festa.

Tempera-se com pimenta e deixa-se tomar sabor.

O caldo da cozedura coloca-se em posição e salta para dentro da cataplana que, automaticamente, se fecha até à hora de provar (e retificar os temperos se for preciso) e servir.

Acompanhamento VIP: batatas fritas.

 

De volta à caverna

A arquitetura moderna é isto... É fazer do velho, novo; do inútil, uma utilidade; do banal, um luxo; do desprezado, um desejo; do impensável, um objetivo.

Quem é que se lembraria de construir uma casa a partir de uma caverna? Mais, aproveitando essa mesma caverna como parte integrante da casa? Pois é, essa casa existe. Fica em Espanha e chama-se House Cave.

Localizadas num terreno calcário e inclinado, as cavernas eram utilizadas, tradicionalmente, para a agricultura e pecuária, como arrumos ou abrigos. Hoje, estas formações geológicas foram reabilitadas e transformaram-se em sui géneris habitações rurais.
Construída a partir das paredes rochosas originais, esta casa é toda ela uma área de grande riqueza espacial e material, num diálogo fluido e contínuo entre as condições preexistentes e a nova arquitetura, num respeito claro pelo meio envolvente.

Deste diálogo resultou uma nova experiência espacial que valoriza a natureza tectónica da área através da utilização de novos elementos arquitetónicos. Volumes limpos e tranquilos, espaços luminosos e amplos conjugam-se com materiais como a pedra, o betão ou o mármore. Grandes janelas deixam entrar a luz natural, numa casa onde os móveis de madeira dão um toque de calor a esta House Cave.

Cave.jpg

Cave1.jpg

Cave2.jpg

Cave3.jpg

Cave4.jpg

Cave5.jpg

Cave6.jpg

Cave7.jpg

Cave8.jpgCave9.jpg

Cave10.jpg

Cave11.jpg

Cave12.jpg

Cave13.jpg

Cave14.jpg

Cave15.jpg

Pág. 1/5