Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Eu vou indo

Porque alguém tem de ser o primeiro a explorar, ver ou partir para se poder chegar, conhecer ou usufruir. Eu vou indo...

Eu vou indo

Porque alguém tem de ser o primeiro a explorar, ver ou partir para se poder chegar, conhecer ou usufruir. Eu vou indo...

Marcas de um novo tempo

Os relógios são muito mais do que instrumentos que contabilizam a passagem do tempo.

Atualmente, são peças da mais precisa engenharia, do mais distinto design, da mais preciosa arquitetura. São, por isso mesmo, obras de arte que trazemos suspensas nos pulsos.

Para as marcas, conceber um relógio é uma tentativa de deixar uma marca no tempo. Uma marca que pretendem durável e icónica. A Hublot fê-lo ao criar o "Classic Fusion". Mas, não querendo ficar parada no tempo, aquela manufatura suíça resolveu dar uma nova vida a um dos seus modelos mais tradicionais, neste caso um cronógrafo de 45 mm, recorrendo a tecidos para o mostrador e para a bracelete. Como não podia deixar de ser, há vários padrões diferentes à escolha, como o atestam os 60 mil metros quadrados de tecidos de vários padrões utilizados na recriação deste "novo" relógio.

1 (1).png

2.png

3.png

 

 

1 comentário

Comentar post