Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Eu vou indo

Porque alguém tem de ser o primeiro a explorar, ver ou partir para se poder chegar, conhecer ou usufruir. Eu vou indo...

Eu vou indo

Porque alguém tem de ser o primeiro a explorar, ver ou partir para se poder chegar, conhecer ou usufruir. Eu vou indo...

Um novo Chiado

As cidades portuguesas perceberam (finalmente) que o passado valoriza o presente.

Fruto disso, tem-se assistido a uma crescente procura de espaços marcados pela História. O que antes era velho, agora, é vintage. O que antes não passava de uma ruína, presentemente, é encarado como uma oportunidade de viver, lado a lado, com a História.

Este apartamento leva-nos a viver para o centro de Lisboa, para o carismático Chiado, e representa um claro, e muito feliz, exemplo do que a arquitetura pode fazer pela revitalização das cidades. Do (aparente) absoleto e velho nasceu um espaço prático, aberto e luminoso, bem ao jeito dos nossos dias e das nossas necessidades e gostos. Pelo menos dos meus!

Chiado.jpg

 

Chiado3.jpg

 

Chiado4.jpg

 

Chiado5.jpg

 

Chiado7.jpg

 

Chiado8.jpg

 

Chiado13.jpg

 

Chiado14.jpg

 

Chiado16.jpg

 

Chiado17.jpg

 

Chiado20.jpg

 

Chiado21.jpg  

1 comentário

Comentar post