Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Eu vou indo

Porque alguém tem de ser o primeiro a explorar, ver ou partir para se poder chegar, conhecer ou usufruir. Eu vou indo...

Eu vou indo

Porque alguém tem de ser o primeiro a explorar, ver ou partir para se poder chegar, conhecer ou usufruir. Eu vou indo...

Prizm, o seu DJ pessoal

A música é, para muitos, uma necessidade ou um prazer constantes, integrando grande parte, para não dizer todos, os momentos memoráveis da vida. No exagero, chega a haver uma banda sonora para todos esses períodos. Tudo é perfeito, não fosse haver momentos em que a música está lá, mas não é a mais adequada para a ocasião.

Ora é para responder a desafios como a escolha da música perfeita e/ou ser recebido pela música preferida que surgiu, entre outras funcionalidades disponibilizadas, o Prizm.

1.jpg

O Prizm é um leitor de música que possui um algoritmo que lhe permite aprender de forma contínua o gosto musical do seu utilizador. Acordar ao som da música preferida ou ser recebido, depois de um dia de trabalho, por um som relaxante e apaziguador são possíveis com este gadget que ajusta as preferências musicais à hora do dia ou aos utilizadores que deteta nas suas imediações. Em suma, este dispositivo funciona como um DJ inteligente e pessoal capaz de escolher a música certa para o momento certo.

Passe a ter um portátil com touchscreen

Se tem um computador portátil e considera que teria mais vantagens se este tivesse touchscreen, este gadget é para si. 3.png

A AirBar é um dispositivo que, depois de colocado na parte inferior do écran e ligdo a uma porta USB, faz com que a maioria dos computadores portáteis passe a ter um écran tátil. Esta tecnologia deteta qualquer toque de dedo ou de stylus no écran, permitindo ao utilizador aceder a funcionalidades como desenhar, arrastar, girar ou ampliar, tornando mais rápidas e fáceis muitas das usuais tarefas.

1.png

2.jpg4.png

 A AirBar está disponível para Windows e para Mac OS.

As novas colunas da Fender

A Fender é um nome icónico no que às guitarras e amplificadores diz respeito. Agora, a marca norte-americana alargou a sua vasta experiência no áudio, lançando dois novos altifalantes Bluetooth. O seu toque vintage remete para o universo dos pioneiros amplificadores de guitarras, mantendo as linhas intemporais, botões e afins dos mesmos.

1.jpg

Os novos altifalantes chegam ao mercado em dois modelos: o 120W Monterey, com alcance sonoro para uma divisão, como um quarto ou uma pequena sala, e o 30W Newport, para uma maior portabilidade, mas menor abrangência sonora.

As novas colunas estão preparadas para ser ligadas a dispositivos digitais ou analógicos, podendo dar voz ao smartphone ou ao velhinho gira-discos.

2.jpg

Fresco de frutos vermelhos

Sol, um bom livro ou a companhia perfeita e uma bebida bem fresca. É preciso mais alguma coisa para uns largos momentos prazenteiros?

Quanto ao sol, recomenda-se o único existente no nosso sistema solar. Já no que diz respeito ao livro e à companhia, é importante ser criterioso, mas cada um deve ser livre de poder escolher unicamente a seu belo prazer.

Resta a bebida. E para essa fica a sugestão: um pseudo cocktail de frutos vermelhos, mas sem álcool.

1.png

Num copo, esmague uma mão cheia de frutos vermelhos (framboesas, mirtilos, groselhas, amoras, ...) frescos ou congelados e duas folhas de menta ou uma de hortelã. Pode misturar um pouco de açúcar para atenuar a acidez característica dos frutos. 

Junte gelo (uma menor quantidade se utilizou frutos congelados) e uns frutos inteiros frescos.

Acabe de encher o copo com água com gás e misture bem.

Delicie-se com quantos quiser.

Ao volante, com prazer

Sentar, ligar e acelerar. A paixão pelas duas rodas não impõe mais nada - para além da devida segurança e cumprimento das regras, é óbvio. 

Sentir-se livre e liberto é o conceito básico e basilar de quem gosta das duas rodas. Portanto, nada mais se impõe do que simplicidade e elegância. Se isso puder ser associado a beleza, tanto melhor.

É tudo isso é o que oferece esta Moto Guzzi Nevada, um "clássico" de 1999, que prova que há muitas coisas que são intemporais e que não é preciso muito para nos deixar felizes.1.jpg2.jpg

3.jpg 

4.jpg 

5.jpg 

6.jpg 

7.jpg 

8.jpg 

Para os fãs (ou não!) dos Pink Floyd

Pink Floyd: Their Mortal Remains é o mais recente livro sobre a banda londrina e insere-se na comemoração dos 50 anos de uma das maiores bandas de todos os tempos.

Contudo, este não é, na verdade, apenas mais um livro, este é um documento histórico, é, efetivamente, pura História. Daí não ser um objeto de culto apenas para a vasta legião de fãs dos Pink Floyd, mas para todos os que se interessam pela música em geral.

1.jpg 

Mas como? Que novidades pode trazer mais este livro? Já muito está escrito sobre os Pink Floyd, é certo. Todavia, este é o primeiro livro a ser produzido com total e livre acesso ao arquivo de imagens da banda. Ao longo de 304 páginas, as inúmeras ilustrações permitem ao leitor quase que vivenciar in loco a experiência do que é narrado no texto - a música, o design e a apresentação da banda, desde a sua estreia na década de 1960 até aos dias de hoje. Trata-se de uma experiência em que depressa se entra no espírito pueril de se deixar perder na observação das imagens e depressa esquecer a vasta mancha gráfica. Mas, engane-se quem vê nisto preguiça ou desinteresse, neste caso, é puro deleite, é puro fascínio.

2.jpg

3.jpg 4.jpg 

5.jpg

 6.jpg

 7.jpg

Neste livro, Jon Savage, Howard Goodall e Rob Young fazem uma análise ao legado da banda e à sua real importância,não só no universo musical, mas também da sua implicação no mundo das artes visuais. Num exaustivo estudo, realçam o que de especial têm os Pink Floyd, exploram os mitos e as excentricidades que suportam a sua produção, evidenciam a sua ligação com a tecnologia na criação de novas sonoridades e, como não podia deixar de ser, destacam o espírito subversivo das suas letras.

Minimalismo sublime

Minimalista é o mínimo que se pode dizer (ou escrever...) da nova Leica TL2. Mas essa é umas das características que distinguem a Leica e a fazem ter uma vasta legião de utilizadores.

O modelo TL2 da Leica não foge à regra e, a partir de um monobloco de alumínio, a marca alemã, com uma das suas fábricas implantadas em Portugal, em Lousado, Famalicão, concebe mais um primor do universo das máquinas fotográficas.

1.jpg

Com um design que alia contemporaneidade, minimalismo e conetividade, esta nova câmara, que continua a usar o conhecido sistema sem espelho, oferece aos seus utilizadores um novo sensor CMOS APS-C de 24 MP, gravação de vídeo 4K a 30 fps, um sistema AF de 49 pontos mais rápido, um processador de imagem Maestro II, um monitor LCD de 3,7 ", 32 GB de armazenamento interno e um visor eletrónico opcional, que também pode ser visualizado e/ou controlado a partir de um smartphone através do respetivo aplicativo concebido para iOS ou Android. 

2.jpg 

3.jpg 

4.jpg

Naturalidade do tempo

Para muitos homens, os relógios são as únicas joias apreciadas e até suportadas. Constituem-se de especial importância, não só pela sua função prática e vital de marcar o tempo, mas também como sinónimo de bom gosto e distinção.

1.png

A americana Grovemade concebeu, como é habitual na marca, um relógio de design e construção distintos e originais. Com um mostrador tridimensional em madeira, caixa em aço inoxidável e bracelete em pele, o Wood Watch 02 dá ao seu utilizador a sensação de trazer no pulso uma peça ímpar e que alia singularidade e beleza. 2.png

Com três modelos diferentes, a dificuldade estará, com toda a certeza, na escolha.

3.png

Um submarino à superfície

É certo que o verão e o bom tempo são mais propícios às atividades de ar livre. Mas, os verdadeiros amantes do contacto com a Natureza gostam, e precisam até, dessa interação intimista faça sol ou faça chuva, esteja frio ou calor. Há os que preferem o campo, outros a montanha, uma grande parte a praia ou mais alguns o rio.

Pois é para os aficionados das atividades aquáticas que fazem sentido estas palavras. Seja para os que gostam de as viver à superfície, seja para os que se sentem dentro de água como estando no seu verdadeiro habitat.

2.jpg

O caiaque Driftsun Transparent consegue combinar em perfeita harmonia estes dois mundos.

Construído em policarbonato, este caiaque é totalmente transparente, deixando os seus utilizadores viver o prazer do momento à superfície, mas também ver claramente o que de melhor está dentro de água. Concebido para um ou dois passageiros fará certamente as delícias de todos. 

1.jpg

Como a mais valia deste caiaque é a sua transparência, importa ser muito criterioso na hora de escolher o local de passeio, pois não será agradável olhar para baixo e não se ver nada ou ter vistas desagradáveis. Também nunca é demais relembrar o uso de coletes, protetor solar, capéu e vestuário apropriado para que o prazer não traga, depois, momentos menos agradáveis.

Boas remadas.